A partir de R$ 180 em livros ganhe uma sacola exclusiva da Fósforo
0 Carrinho
R$64,90
Comprar
R$34,90

sobre o livro

Publicado originalmente em 1939, Dia garimpo, de Julieta Barbara, é um dos poucos livros da fatura modernista de autoria feminina e ficou esquecido por mais de oitenta anos. Esta nova edição da obra realiza um resgate de uma autora brasileira do século XX que pode nos ajudar a ler questões dos dias atuais.

Sensível a alguns princípios modernistas, como a pesquisa de motivos, mitos e referências da cultura brasileira, o livro parece depurar a pesquisa estética de seu tempo, trabalhando com uma linguagem coloquial, com registros orais, evocando personagens e manifestações religiosas variadas e acenando para outras artes, como a música, a dança e as artes visuais. Além de reproduzir o material que constava na primeira publicação – ilustrações da própria Julieta Barbara, uma carta-prefácio do poeta Raul Bopp e um retrato da autora por Flávio de Carvalho –, esta nova edição traz onze poemas inéditos de Julieta, um posfácio de Mariano Marovatto e texto de orelha de Veronica Stigger.   www.circulodepoemas.com.br
Título
Dia Garimpo
Coedição
Luna Parque
carta-Prefácio
Raul Bopp
Capa
Alles Blau
posfácio
Mariano Marovatto
texto de orelha
Veronica Stigger
páginas
112
ISBN
9786584574007
ISBN Digital
978-65-84574-23-6
Data da publicação
01/02/2022

POEMA

VARIAÇÃO SOBRE O “PAI DO MATO”
No intervalo
Fomos festejar o bailarino
Que estava suando
Sem emoção
Disse que não estava nos seus bons dias
E queixou-se da casa vazia
Ah! — a casa estava vazia
Que diferença de atitude
Quando o teatro estava cheio
No intervalo
Fomos festejar o bailarino
Ele ficou emocionado
Disse que tinha a alma carregada de ritmos
Ah! sua alma estava carregada de ritmos.

Navegando no site, estes cookies coletarão dados pessoais indiretos. Para saber mais, leia nossa política de privacidade.