0 Carrinho
R$64,90
Comprar
R$39,00

Sobre o livro

Uma das principais escritoras francesas da atualidade, Annie Ernaux, empreende neste livro a ambiciosa e bem-sucedida tarefa de escrever uma autobiografia impessoal. Com ousadia e precisão estilística, ela lança mão de um sujeito coletivo e indeterminado, que ocupa o lugar do eu para dar luz a um novo gênero literário, no qual recordações pessoais se mesclam à grande História, numa evocação do tempo única. Nascida em 1940, em uma pequena cidade no interior da França, Ernaux pertence a uma geração que veio ao mundo tarde demais para se lembrar da guerra, mas que foi receptora imediata das recordações e mitologias familiares daquele tempo. Uma geração que nasceu cedo demais para estar à frente de Maio de 68, mas que ainda assim viu naquelas manifestações a possibilidade dos mais jovens de uma liberdade que por pouco não pode gozar. Finalista do International Booker Prize e vencedor dos prêmios Renaudot na França e Strega na Itália, Os anos é uma meditação filosófica poderosa e uma saborosa crônica de seu tempo. Pela prosa original de Ernaux, vemos passar seis décadas de acontecimentos, entre eles a Guerra da Argélia, a revolução dos costumes, o nascimento da sociedade de consumo, as principais eleições presidenciais francesas, a virada do milênio, o 11 de Setembro e as inovações tecnológicas, signo sob o qual vivemos até hoje.
Título
Os Anos
título original
LES ANNÉES
tradução
Marília Garcia
capa
Bloco gráfico
páginas
224
ISBN
978-65-89733-14-0
ISBN Digital
978-65-89733-14-0
Data da publicação
16/06/2021

na mídia

“Ler Annie Ernaux é um choque, uma experiência especialmente importante. Com ela, o privado se torna político e o político é posto em discussão. E dessa literatura atual, poética e explosiva nasce uma obra-prima.” –Literatur SPIEGEL

“Uma biografia magistral da vida francesa” – The Guardian

“Para aqueles que ainda duvidam do lugar que Annie Ernaux ocupa na literatura francesa – entre os maiores escritores – recomendamos vivamente a leitura de Os anos, (…) um mergulho magistral no tempo e na memória de uma mulher ao longo de mais de sessenta anos.” – Le Monde

“Incrivemente sensível, preciso e minimalista” – El país

Navegando no site, estes cookies coletarão dados pessoais indiretos. Para saber mais, leia nossa política de privacidade.